00:00
21° | Nublado

Importação singular
Com matriz em Blumenau, Decanter completa 20 anos e é hoje uma das maiores importadoras do Brasil

A esmerada seleção de vinhos e o relacionamento honesto com o cliente sustentam a Decanter (Foto: Reprodução/Decanter)

Publicado em 14/09/2017

Foi pela busca da emoção e prazer proporcionados pela bebida fabricada pela fermentação da uva que, em 1997, o estudioso de vinhos Adolar Leo Hermann fundou a Decanter.  Em 2017, a importadora comemora 20 anos com um portfólio de mil e trezentos rótulos, de 130 produtores provenientes de 18 países. Além de aproximadamente 50 distribuidores, e 20 enotecas espalhadas pelo Brasil.

O estudioso conta que foi o sentimento trazido pelo gole da bebida que motivou as buscas por produtores de vinhos de países como Argentina, Chile, Itália e França durante os primeiros anos da empresa.  “Essa emoção era muito maior naquela época, mas eu continuo achando que o vinho não é um produto convencional”, conta. Os primeiros vinhos importados, foram dos produtores Luigi Bosca, Pio Cesare, Caprilli, Castellani e Villard.

“A história com Luigi Bosca é bem particular”, revela Adolar. De acordo com ele, a parceria entre os dois foi fechada durante uma viagem para a Argentina, em que ‘fazia um garimpo’ para encontrar os melhores vinhos da região. “Eu me hospedei em Aconcágua e comprei 25 garrafas de lojas locais. Pedi para a recepção do hotel trazer 25 copos para que eu experimentasse os vinhos. Selecionei três como os mais interessantes. Entre eles estava o Luigi Bosca”. Por causa do produtor, a Decanter foi reconhecida como a empresa brasileira que começou a importação de vinhos de qualidade da Argentina.

“Naquela época existia muito esse negócio de feira. É interessante que até hoje esse trabalho continua, mas você vai mais preparado”. Mesmo que seja possível fazer as típicas atividades de uma importadora pela internet, Adolar prefere continuar ‘saindo da cadeira’. Foi em feiras internacionais que ele descobriu alguns de seus melhores vinhos. “Descobrimos produtos em passeios que fazemos fora do circuito da feira, coisas que nem estavam no programa, só que a gente não pode desprezar o sexto sentido”, brinca.

INOVAÇÃO

Além de possuir o mais completo catálogo de vinhos alemães, vários ícones italianos como Gravner, Pio Cesare, Valentini, Soldera e Ferrari, a Decanter foi a pioneira na importação de vinhos de países nada convencionais como Eslovênia, Croácia e Grécia e também dos Vinhos Laranja (vinhos brancos vinificados conforme os métodos ancestrais, em que as cascas participam do processo de fermentação).

Um dos projetos de sucesso da empresa é a Quinta da Neve. Pioneira na região de São Joaquim, a vinícola nasceu em 1999 devido ao sonho - de Adelar e outros três sócios - de produzir um terroir de qualidade. Na serra Catarinense, a 1.250 metros de altitude, foi escolhida uma área com solos pedregosos, temperaturas quentes durante o dia e frias durante a noite, com chuvas que se concentram fora do período de amadurecimento das uvas. Com o solo e clima ideal, a Quinta da Neve possui 25 hectares de vinhedos e vinificação própria e produz entre 70 e 80 mil garrafas por ano.

“A Quinta da Neve nos incentivou a realizar outros projetos, que fossem dinâmicos e com grande potencial de crescimento”, revela Adolar. É o caso da Cave Hermann, que ele administra ao lado do filho formado em Agronomia. Eles viram no sul do Rio Grande do Sul, uma região propícia para a produção de espumantes.  “Criamos a linha Bossa Nova, que atualmente está vendendo 300 mil garrafas. É uma linha dinâmica de preço e qualidade”. Atualmente, seis espumantes fazem parte do catálogo.

WINE BAR

A Decanter possui 20 enotecas distribuídas pelo Brasil, em oito Estados: Distrito Federal, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Pará, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. O projeto foi criado para melhorar a divulgação dos vinhos da empresa. “Fizemos uma coisa muito pontual para divulgar o vinho: combinamos com a gastronomia. Eu acredito que a grande publicidade desta bebida é colocando no copo. Essa é a proposta dos wine bar e não competir com o restaurante”, resume o estudioso de vinhos.

Em Florianópolis, a enoteca da Decanter é famosa pela gastronomia do chef escocês Alex Floyd e o comando de Regina e Nelson Essenburg. A parceria com o casal de empresários começou há algum tempo. “Quando pensamos em expandir para Florianópolis, encontramos a lojinha de um casal que estava começando no mundo do vinho. Havia muita seriedade neles e nós fizemos uma proposta”, recorda Adolar. O acordo funciona até hoje com base na competência e respeito mútuo. Para ele, o trabalho deles e a gastronomia do chef colocaram a Decanter num patamar elevado na cidade.

SERVIÇO

DECANTER FLORIANÓPOLIS

Rua Hermann Blumenau, 207 - Centro Florianópolis/SC - 88020-020 

Fone: (48) 3223-1500