00:00
19° | Poucas Nuvens

Potencializando o aroma
Aprenda algumas dicas para não errar na hora de usar perfumes

O perfume deve ser aplicado em regiões do corpo com maior fluxo sanguíneo, como atrás da orelha e entre os seios (Foto: Divulgação)

Publicado em 19/06/2017

Da redação

Que atire a primeira pedra quem nunca ficou com alguma dúvida na hora de usar o seu perfume preferido. Seja por medo de errar na escolha da fragrância para determinadas ocasiões, por não saber se o perfume é indicado para ser usado à noite ou apenas durante o dia, ou até mesmo qual a quantidade ideal e os locais-chaves do corpo que são mais indicados para aplicá-lo. Para responder essas e outras dúvidas, a perfumista Verônica Kato selecionou cinco dicas valiosas que ajudam a usar da melhor forma o perfume preferido:

1-Teste o perfume antes de comprar

Lembre-se que ele deve agradar a você em primeiro lugar. Por isso, faça primeiro o teste na fita olfativa. Uma vez que a fragrância a agradou, experimente na própria pele (no pulso ou na dobra dos braços). Ainda assim espere mais um pouco e torne a sentir o perfume. Dessa forma, você entrará em contato com as notas de fundo da fragrância. Se elas também forem agradáveis, pode comprar, pois, de fato, você gostou.

2- Saiba onde borrifar o perfume

Ele deve ser aplicado em regiões do corpo com maior fluxo sanguíneo, como atrás da orelha, entre os seios, no início e no fim da coluna e nas dobras de joelhos e cotovelos. “Nestes locais, a temperatura do corpo é um pouquinho maior. Isso favorece a evaporação das matérias-primas presentes na fragrância e faz com que ela se desprenda melhor para o ambiente, garantindo uma maior percepção da fragrância, tanto por quem está usando-o como pelas demais pessoas ao seu redor”, afirma Verônica.

3- O perfume não deve chamar mais atenção que você

Como ele é um complemento ao look, na hora de usá-lo, preste atenção nos frascos. “Aqueles sem válvula são indicados para o uso em abundância e ideais para o verão. Já os produtos com válvulas são indicadas de duas a três "borrifadas" no pescoço, no pulso e no colo. Frascos pequenos, com aplicadores delicados, provavelmente são produtos concentrados que devem ser borrifados com apenas um toque”, explica a perfumista.

4- Guarde o perfume em lugar escuro

Quem adora deixar o seu perfume ali, exposto no banheiro, corre o risco de ver a sua fragrância ir, literalmente, para o ralo. Isso porque a umidade e as oscilações de temperatura são prejudiciais às fragrâncias, fazendo com que elas evaporem mais rápido, perdendo suas características olfativas. Logo, o melhor lugar para deixá-lo, é na própria embalagem, dentro do armário ou no quarto.  E lembre-se, perfume tem validade. Em geral, a sua vida útil é de três anos. Com sorte, ele pode durar mais. “Mas quando a coloração tender para o caramelo e o aroma ficar avinagrado é hora de jogar fora”, explica.

5- Uma fragrância para o dia e outra para a noite

“Caso o seu perfume predileto tenha um característica olfativa mais intensa, deixe-o para usá-lo à noite. De dia, procure perfumes mais frescos, como uma água de banho, os sprays corporais ou mesmo uma fragrância mais leve”, avalia Verônica Kato.