00:00
21° | Nublado

Metodologia inovadora
Encontro reuniu alunos e professores para pensar projetos de requalificação urbana em Florianópolis

De forma voluntária, profissionais compartilham o interesse em transformar a cultura urbana a partir da revitalização de diversas regiões da cidade (Foto: Divulgação)

Publicado em 06/06/2017

Da redação

O planejamento e execução de ações que contribuam para a requalificação dos espaços públicos e de uso coletivo de Florianópolis é o principal objetivo do Movimento Traços Urbanos, que realiza diversas atividades semanais. No dia 20 de maio alunos e professores dos cursos de Design e Arquitetura e Urbanismo realizaram a prototipagem de projetos de requalificação urbana para o centro histórico leste da Capital, região batizada pelo movimento como Distrito Criativo.

A ação foi pautada no Design Thinking, processo de pensamento crítico e criativo que permite organizar informações e ideias, tomar decisões, aprimorar situações e adquirir conhecimento. O método permitiu a elaboração de projetos para as ruas Victor Meireles, Saldanha Marinho, Tiradentes, Antônio Luz e João Pinto a partir do encontro de alunos e mestres de Design de Produto da Universidade do Estado de Santa Catarina; de Design Gráfico da FEAN - Faculdade Energia; e de Arquitetura e Urbanismo da UNISUL.

>>>>> Leia também:

Movimento do bem

Traços de nostalgia

A dinâmica foi mediada pelo grupo VIA Estação Conhecimento da UFSC-EGC e realizada no Cocreation Lab do Centro Sapiens. "A ação foi possível pela conexão dos diferentes atores locais do nosso ecossistema criativo. Queremos beneficiar a cidade e as pessoas", afirma a professora Clarissa Stefani Teixeira, coordenadora do grupo VIA e membro do Movimento Traços Urbanos.

Caminhada cultural

No dia 13 de maio, o Movimento Traços Urbanos deu continuidade ao evento “Nossa Rua”, com a realização de uma Caminhada Cultural para estrangeiros e para os interessados em praticar o idioma inglês. “Conhecer para amar, amar para preservar” foi o tema do tour, com percurso ao leste da Praça XV de Novembro. Foram doze pontos de visitação, com imersão sobre a história e a cultura da região, em um roteiro totalmente narrado em inglês. “Nossa intenção é revelar fatos e curiosidades da região para turistas e para estrangeiros que moram em Florianópolis”, ressalta o guia de turismo Isaac Ribeiro, do Walk n' Talk, coordenador da iniciativa.