00:00
14° | Poucas Nuvens

Coluna Raul Sartori - 2ª quinzena de agosto/2017

(Foto: Larissa Gaspar)

Publicado em 10/08/2017

Beleza ignorada

Pergunta aberta: por que três belíssimas construções seculares deixadas pelos portugueses na ilha de SC – as magníficas fortalezas de Santa Cruz de Anhatomirim, de Santo Antônio de Ratones e  São José da Ponta Grossa, administradas pela UFSC  – não fazem parte de programas de agências de viagens? A ironia disso é que Florianópolis possui o maior conjunto de fortalezas do Brasil.

 Prontidão

Para qualquer eventualidade, há uma turma do deixa-disso a postos para evitar possíveis escaramuças entre o vice-governador, Eduardo Pinho Moreira, e o senador Dário Berger. O motivo: Moreira quer o deputado federal Mauro Mariani como candidato a governador; Berger quer ser ele.

 Burocracia do atraso

A exemplo da área ambiental, a burocracia é outro grande entrave ao desenvolvimento rural de SC, especialmente quando se trata de pequenos produtores. Conta-se não em meses, mas sim em anos o tempo de demora para eles conseguiram o selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF) a partir da Cidasc, para vender sua produção. Há casos de produtor de ovos do Oeste que já passa de cinco anos.

 Deserdação

A Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Câmara dos Deputados aprovou projeto que, se virar lei, vai dar o que falar: propõe incluir entre os casos de deserdação (privação do direito de herança) o abandono em hospitais, casas de saúde, entidades de longa permanência, ou instituições similares. A deserdação será aplicada tanto para o abandono de idosos por filhos e netos quanto para o abandono de filhos e netos por pais e avós.

 Machismo

Em Orleans, sua terra natal, não se fala noutra coisa que não seja do nome mais ilustre local, o ator, apresentador e boa gente Rodrigo Hilbert, que tem sido motivo de pilhéria por ser, assumidamente, um bom marido. Aquele que lava, passa, costura, remenda, faz comida, faxina, cuida dos dois filhos e da bela mulher, e ainda sobra tempo para fazer tricô.

Pires na mão

O catarina Vinicius Lummertz não se acomoda. Andou fazendo lobby na Câmara dos Deputados para convencer deputados a aprovar projeto que transforma a Embratur, da qual é presidente, em agência. Nessa condição a estatal de turismo pode receber recursos de fora, além dos nem sempre garantidos do orçamento federal.

Prontuário

O desembargador do TJ-SC Eduardo Gallo, acusado de pedir propina, está tendo sua vida exposta ao mundo, em parte por sua própria culpa. Ele mesmo gravou um vídeo, postado em redes sociais, em que, completamente nu, exibe partes arroxeadas de seu corpo, alegando ser resultado de surra de ex-companheira.

Medalha ao mérito

Enganou-se o Palácio do Planalto ao retaliar o deputado federal Jorginho Mello (PR-SC) por ter votado a favor das investigações contra o presidente Michel Temer. Desde então não parou de atender telefonemas parabenizando-o pela decisão. Pré-candidato ao Governo do Estado em 2018, Jorginho tem dito que ganhou mais uma medalha em sua vida pública.

Apropriação

O cantor e compositor Chico Buarque conseguiu liminar da juíza catarinense Karenina David Campos de Souza e Silva, na ação movida por ele contra a construtora Rivale Empreendimentos Eirele, de Itajai, que usou seu nome em condomínio residencial de 28 apartamentos de 64 m2 de área privativa e custo de R$ 219 mil, no bairro Cordeiros. A empresa terá que se explicar, também, com quem já adquiriu imóveis no empreendimento.

Bravas mulheres

A jornalista e cientista política carioca Débora Thomé lançará em setembro o livro “50 mulheres brasileira incríveis para conhecer antes de crescer”,  voltado para crianças entre oito e 12 anos. Um dos exemplos mais marcantes que destaca na obra é o da médica catarinense Zilda Arns (1934-2019).

 Nem tanto

O governo Michel Temer está com uma impopularidade recorde, na qual apenas 5% dos brasileiros acham seu desempenho “ótimo” ou “bom”. Mas, por má vontade ou outros motivos, a grande mídia não divulga que outros 20% classificam o governo como “regular”. Juntando as duas faixas, o presidente tem 25% de brasileiros que lhe dão algum crédito, um índice nada desprezível.

 Novo BO

A Secretaria Nacional de Direitos Humanos está desenvolvendo um novo boletim de ocorrência com registro sobre o gênero e a identidade sexual da vítima, o que em muitos casos é, precisamente, o que motivou o crime. SC é um dos poucos Estados que nos BOs identifica se a vítima da violência é LGBT, mas só quando a autoridade policial suspeita de crime de ódio. Nada impede e custa que se faça o devido aperfeiçoamento.

Sem causa

Assusta o número de causas que chegam ao TJ-SC em que as supostas vítimas visam única e exclusivamente ficar ricas de um dia para outro,  levando os juízes a se manifestarem nos seus votos para demonstrar os motivos que consideraram, quase que unanimemente, a fixar valores que representem efetiva reparação de dano moral, sem importar enriquecimento sem causa para o lesado.

 Al mare

Quem passou horas ou dias (certamente muito agradáveis) a bordo do iate  “Leonardo 100”, avaliado em R$ 100 milhões, de propriedade do encrencado Joesley Batista, que permaneceu temporadas na costa catarinense, com ancoradouro em Itajai, tem motivos para se  preocupar. Entre os convidados estiveram vários políticos. E sabem que o convite não foi para curtir apenas o sol e o mar e para comer uma picanha. 

Preguiça

Enquanto o contribuinte é convidado a bancar tantas contas do governo estadual e federal, estes parece que não querem arrecadar, por preguiça e burocracia. Pois na última temporada de verão, somente em Porto Belo, deixou-se de faturar R$ 30 milhões por falta de alfandegamento de cruzeiros junto à Receita Federal, um problema que se arrasta há 13 anos.

Pressão

A 1ª Câmara de Direito Público do TJ-SC tomou uma decisão pouco comum em seu cotidiano de julgamentos: fixou em 45 dias o prazo para o Deinfra tapar todos os buracos na rodovia SC-283, entre Concórdia e Chapecó. Será aplicada uma multa diária de R$ 1 mil caso as determinações não foram cumpridas.

Escolaridade é investimento

Na elogiável campanha para escolarizar catarinenses que ainda não concluíram a educação básica, o presidente da Fiesc, Glauco Corte, destaca um estudo recente da Fundação Getúlio Vargas que chegou a uma constatação extraordinária: quem consegue um ano a mais de escolaridade aumenta sua renda em 15%; com curso de graduação completo, esse impacto é de 47%. Em SC, dos 2,2 milhões de trabalhadores formais, 725 mil não concluíram a educação básica.

Recesso 

Com tantas demandas reclamadas pela população, algumas câmaras de vereadores de SC estão sendo pressionadas a acabar com o recesso de julho, que está em suas leis orgânicas e regulamentos. Uma das primeiras pode ser a de Capivari de Baixo.

Náutica

Uma frente que está sendo instalada no Legislativo estadual, começa finalmente a se preocupar com o setor náutico de SC, Estado que é o maior fabricante de barcos no Brasil mas que, por ironia, não tem legislação que garanta segurança jurídica para os investidores. O ramo tem enorme potencial no próprio Estado. Cinco grandes lagos e barragens oriundos da construção de hidrelétricas estão à espera de que algo se faça neles. 

 Aeroporto

Sem fé em seu país, brasileiros agora vão a Miami para 'construir nova vida', publicou anteontem o jornal “Miami Herald”, sobre a nova invasão brasileira da cidade da Flórida. Pequena parte dela constituída de catarinenses; uns pobres perseguindo o sonho americano, e outros investindo em imóveis.

 Sem impostos

O site do Senado publicou notícia de grande interesse: lá tramita em caráter conclusivo projeto de lei propondo que na primeira sexta-feira de  fevereiro de cada ano os brasileiros possam adquirir produtos sem ter que pagar impostos federais. No Dia Livre de Tributos Federais, produtos fabricados no Brasil vendidos aos consumidores finais à vista e com preço final até R$ 5 mil, estarão isentos de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), Cofins e PIS/Pasep.

 Cobertura

O Corpo de Bombeiros Militar de SC abriu concurso público com 300 novas vagas. Ao fazer o anúncio, anteontem, o governador Raimundo Colombo disse, orgulhoso, que SC é o Estado que tem a maior cobertura de bombeiros. Está presente em 132 dos 295 municípios.

 Gênero

Sete leis municipais proibindo “ideologia de gênero” nas escolas já foram questionadas no Supremo Tribunal Federal pela Procuradoria-Geral da República. Entre elas uma de Tubarão, onde projeto do Executivo enviado ao Legislativo ganhou um artigo proibindo a “ideologia de gênero”, vetado pelo prefeito. Os vereadores derrubaram o veto e protocolaram parecer no STF argumentando que os municípios têm autonomia para legislar sobre “assuntos de interesse local, assim como suplementar a legislação federal e a estadual no que couber”.

 Descuidos

É a típica notícia que apavora prefeitos: município do norte do Estado foi condenado a pagar R$ 47,1 mil de danos morais e estéticos para casal que, andando de bicicleta, caiu em buraco não sinalizado, o que resultou em lesões na cabeça, perda de dentes e ferimento nos braços. Os autores, que voltavam do trabalho no momento do acidente, afirmaram que a rua estava em manutenção, mas a placa de sinalização não estava corretamente colocada na pista.

 Luto eterno?

Este espaço se alinha a todos os que dispensam a necessidade de a cada jogo da Chapecoense no estádio Índio Condá fazer uma parada no 71º minuto para relembrar a tragédia na Colômbia. Que fique, de agora em diante, as boas lembranças e a saudade e não mais uma angústia infinita.

 Zona morta

Viaja-se por horas em estradas federais pelo meio oeste e oeste de SC sem sinal de telefones celulares e as operadoras não estão nem aí porque ainda absolutamente nada – não há lei – as obriga.

 


Sobre o autor

Raul Sartori

Jornalista e colunista de política do Imagem da Ilha


Ver outros artigos escritos?