00:00
14° | Poucas Nuvens

Coluna Mário Pinheiro - 2ª quinzena de julho/2017

(Foto: Divulgação)

Publicado em 19/07/2017

ARCHATHON

A próxima edição acontece em Florianópolis nos dias 21, 22 e 23 de julho. Considerada a maior maratona Arch&Design das Américas promovida em parceria com a Casa Cor, o evento classifica 30 grupos para essa edição, que tem como meta apresentar um projeto em 24 horas. As equipes são formadas por três participantes e todas elas terão o acompanhamento de mentores representando grandes escritórios de arquitetura.

CAU

A Portobello Shop/S.J. abre as suas portas para receber arquitetos em uma Oficina de Inovação. O encontro do grande grupo promove o debate sobre conceitos, necessidades e anseios do futuro da profissão de arquiteto, o crescimento e evolução do seu Conselho que rege as premissas profissionais deste mercado.

Representatividade

Moacir Schmitt Jr. e Salvio Moraes Jr, do CASAdesign Interiores, estão em dose dupla na Casa Cor 2017. Em Balneário Camboriú, a dupla assina a Sala de Concreto, um generoso living com cozinha acoplada que revela o morar contemporâneo. Em São Paulo, o Living-Bar é um espaço de convívio - apontado entre os cinco ambientes destaques da mostra este ano pelo publisher da revista Giz Allex Colontonio, que entende - e muito - do traçado.

Futuro de Era

Iniciada a movimentação mais importante no mundo da arquitetura: outubro é mês de eleições no CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo). Arquitetos se reúnem e buscam alinhar o que  querem para o futuro de sua profissão. Transparência, agilidade e segurança, as novas medidas serão brevemente implementadas para toda sociedade no âmbito de planejamento urbano, arquitetura e interiores.

Com a era digital todas as profissões passam por uma repaginação e reestruturação. Na arquitetura, uma das áreas mais criativas não pode ser diferente, novas demandas de consumo e maneiras de apresentação dos escopos de trabalho além do produto final, apontam numa direção completamente diferente.  Os novos programas de computação, app’s, e toda a tecnologia da construção, tem uma  influência direta nas transformações das cidade, das suas casas, de seus prédios, áreas de lazer, novos tipos de mobilidade e principalmente no mundo. A grande maioria não deseja mais ter e sim simplesmente conquistar o máximo de experiência, mesmo que tenha que ser  compartilhada.

Dentro de um organismo vivo, as cidades, assim como a nossa profissão e os serviços prestados pelos nossos escritórios, estão diante da maior mudança de nossas vidas, a mudança de “ERA” a  descontinuidade do nosso modelo de referência, a remodelação em nossas vidas, os nossos desejos tudo estará transformado em um piscar de olhos e de forma exponencial.

 


Sobre o autor

Mário Pinheiro

Colunista do Caderno de Arquitetura e Decoração do Imagem da Ilha


Ver outros artigos escritos?