00:00
19° | Nublado

Consórcio realiza campanha para incentivar gentilezas nos ônibus

Ceder o lugar para idosos e oferecer para segurar objetos dos passageiros que estão em pé, estão entre as gentilezas apontadas na campanha (Foto: Divulgação)

Publicado em 19/06/2017

A partir desta semana começa a circular em Florianópolis a campanha que sugere a prática de gentilezas no uso do transporte coletivo. Batizada de ‘boas atitudes são coletivas!’, a intervenção é promovida pelo Consórcio Fênix e contará, na fase inicial, com cartazes instalados nos terminais de integração da cidade e busdoorsaplicados nos ônibus que fazem as linhas municipais.

As peças convidam o cidadão a utilizar o transporte coletivo ao focar na mobilidade urbana e no uso de boas práticas, como ceder a vez no embarque e desembarque; assim como o assento para idosos, gestantes e pessoas com deficiência. Além disso, oferecer-se para segurar objetos de quem estiver em pé, sinalizar com antecedência quando o passageiro estiver no ponto de parada - para que o motorista possa frear com segurança - e informar pela campainha que pretende descer no próximo ponto em tempo hábil.

Também faz parte da campanha a proposta para que o passageiro leve moedas para pagar a tarifa ou trocar nas catracas e bilheterias. As boas atitudes também lembram que crianças menores de cinco anos não pagam pelo uso do ônibus, mas devem permanecer no colo do responsável. Ainda reforçam que respeito ao gosto musical precisa estar presente e o fone de ouvido é o melhor amigo para o bom convívio a bordo. Além desta ação o Consórcio realiza também treinamentos com seus colaboradores.

O Consórcio Fênix opera com aproximadamente 450 veículos no transporte convencional e 80 no Executivo; que cumprem oito mil partidas por dia útil em 186 linhas. Mensalmente são transportados mais de 5,4 milhões de passageiros e percorridos 3,2 milhões de quilômetros (dados de janeiro/2016). Para o desenvolvimento de toda essa operação, são 2,1 mil funcionários envolvidos diretamente na operação, além de outras centenas de trabalhadores nas garagens, na manutenção e no administrativo das empresas, totalizando cerca de 2.750 pessoas.

 

Da Redação